quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

Exposição | Comédia | Pinturas de JLB Pena dos Reis


No dia 5 de março, pelas 21h e 30m a Casa da Esquina acolhe a inauguração da exposição "Comédia" numa parceria com o artista JLB Pena dos Reis. JLB Pena dos Reis, nasceu em Assentiz, Torres Novas em 1950. É pintor amador há cerca de 7 anos. Participou na colectiva Se Numa Noite de Inverno um Viajante e levou parte desta exposição à Biblioteca Municipal de Sesimbra no passado ano de 2010. Os trabalhos expostos são de técnicas distintas (fotografia, óleo, aguarela) e têm uma relação estreita com a sua obra literária.

Convidamos-vos então a partilhar esta experiência connosco. Esperamos a vossa presença!

terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

"Senti um vazio..." esgotado

Informamos que todas as sessões da primeira temporada do espectáculo "Senti um Vazio..." estão esgotadas. A peça vai ser reposta entre os dias 28 de Junho a 5 de Julho.

terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Quarta-feira, 16 de Fevereiro na RTP2 (trailer)

Senti um Vazio

Nota do encenador

“Um quarto só para si” título do livro de Virgínia Woolf serviria na perfeição como título deste espectáculo surgido de uma circunstância particular, uma encomenda da Associação Saúde em Português. Aliás todas as criações da Casa da Esquina surgiram de circunstâncias, de tangentes com criadores que por cá passaram e que tiveram de abandonar Coimbra, de magros apoios pontuais de quem vê a Cultura como um fardo.

A nossa estratégia foi e ainda é de sobrevivência, tal como Virgínia Wolf no seu quarto, tal como Dijana, personagem principal da peça “Senti um Vazio”, resistindo a tudo para continuar a existir, apoiando-se nos seus sonhos para não desistir.

É de sonhos que falamos nesta criação, os sonhados e os destruídos. Da esperança num futuro melhor que nunca chega.

Nas últimas criações andámos perdidos pelos espaços públicos a perceber como nos relacionamos uns com os outros, com o quotidiano, a cidade, a questionar o nosso modus operandi, a reflectir sobre o Nós (os fazedores) e os Outros (o público).

Mas desde o projecto AMIW (All My Independent Women 10) levado a cabo pelas nossas Carla Cruz e a Filipa Alves, que temos trabalhado sobre as questões de género, e nesta criação em concreto, sobre a exploração sexual e tráfico de mulheres.

Durante as pesquisas para o trabalho descobri a peça da Lucy Kirkwood, e passei-a à Helena Freitas, a actriz e pessoa certa para este trabalho, e assim, decidimos acolhe-la na nossa Casa.

Esta peça, que foi premiada com o Whiting Award , foi escrita ao fim de 2 anos de trabalhos de recolha de testemunhos de mulheres vítimas de tráfico sexual e que se encontravam em centros de detenção e foi levada à cena pelo Clean Break (http://www.cleanbreak.org.uk) no Arcola Theatre em 2009.

Quisemos contar esta história confrontando-a com o nosso espaço, um espaço não convencional, e é deste confronto que surge a experiência performativa, originado novas leituras sobre a estória de Dijana e a história que contamos, movendo-nos entre a sua realidade e os seus sonhos.

É um projecto intimista que permite ao público uma experiência próxima da pele, à medida que a personagem ganha consciência da sua realidade através da narrativa que desfia, narrativa comum a qualquer uma das numerosas histórias de vítimas de tráfico sexual. Não sabemos se é a vida que imita a arte.

É um projecto à nossa escala, pequeno, de trazer por Casa, que se agrega em torno de vontades individuais, para nos constituirmos e criarmos no aqui e agora, nestas circunstâncias. É assim que sabemos estar na Vida e na Arte. Não faço parte de um colectivo nunca o desejei. É essa a minha liberdade

Ricardo Correia

quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

WORKSHOP de ESTÉTICA FOTOGRÁFICA com Mário Pires | 26 e 27 de Março

1 – Descrição do Curso

Designação
– Workshop de Estética Fotográfica
Formador – Mário Pires

Objectivo – Fomentar a criação de hábitos de reflexão e crítica, e o enriquecimento das perspectivas criativas do fotógrafo.
Destinatários
– Adultos com interesse na expressão fotográfica.
Datas -
dia 26 e 27 de Março de 2011 | sábado – das 14h30 às 20h30m | domingo – das 10h às 13h e das 14h30 às 18h

Nº máximo de participantes – 15
Nº minimo de participantes – 8

Duração – O workshop está estruturado para durar um fim de semana. 6 horas em sala no sábado no módulo teórico, a manhã de Domingo é utilizada para exercícios de visualização práticos no exterior, e a tarde de Domingo é dedicada a comentar as imagens obtidas e a fazer as considerações finais.

(as refeições não estão incluídas no custo do workshop)

Assuntos abordados:

- Imagem e comunicação
- Geometria e imagem
- Um olhar crítico
- Estética da luz
- Estética da cor
- Símbolos e imagem
- Estilo Pessoal

2 – Material necessário

Para a parte teórica apenas um caderno e caneta para apontamentos.
Para a parte prática os alunos apenas necessitam de um dispositivo de captação de imagem digital, pode ser um simples telemóvel com câmara.

3- Custo: 50 euros

4 – Inscrições até dia 17 de Março
através do email info@theportfolioproject.org
( a inscrição só será considerada válida após pagamento do valor da formação através de transferência bancária )

Workshop de Fotografia Criativa

Aprender a Olhar. Experimente a fotografia para além da técnica e teste a sua criatividade.

Formadora | Susana Paiva

Datas | 19 e 20 de Março de 2011

Condições de participação | a partir dos 16 anos e ser possuidor de máquina fotográfica digital

Custo da formação | 50€

Inscrições para este workshop | info@theportfolioproject.org / 919370353

terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Espectáculo "Senti um Vazio" da Casa da Esquina


Sinopse

A história de Dijana é só mais uma entre as muitas que se repetem todos os dias por todo o mundo. Esta é a vida de uma rapariga vítima de tráfico humano numa viagem de um triste conto de fadas desde o seu apartamento- o seu quarto de trabalho- para a sua cela na prisão.
Dijana é uma bonita jovem Croata que vem para Portugal à procura de uma vida melhor e é imediatamente vendida pelo seu primo ao sinistro Vlad, o qual se torna seu namorado e logo depois o seu chulo.
“Eu sei exactamente quanto é que eu valho”, diz Dijana,“ Eu valho mil euros que foi o que o Vlad pagou por mim. Mais ou menos dois I-Phones e meio”. Enquanto isso, faz as contas e espera poder um dia saldar a sua dívida e reaver o seu passaporte.
A peça escrita por Lucy Kirkwood não utiliza subterfúgios nem universos paralelos para explicar um flagelo que se repete todos os dias em todos os lugares e passível de acontecer a todas as mulheres que num país desconhecido tentam encontrar um futuro melhor.

De 19 a 26 de Fevereiro às 21h30
Local de apresentação: Casa da Esquina
Reservas a partir das 16h30: 239041397 / 929090628

Blogue: http://sentiumvazio.blogspot.com/